quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Desabamentos no rio podem ter sido causados por erro em obra

Local do desabamento e abaixo os prédios. (Imagem G1)

Os desabamentos na noite de ontem, 25/01/2012, que transformaram o centro do Rio de Janeiro em um cenário de guerra podem ter sido provocados por erro nas obras em um dos edifícios. Ainda há 19 desaparecidos e já foi iniciado o processo de vistoria para apurar as causas do desabamento, durante a manhã desta quinta-feira, 26/01, o engenheiro civil Antônio Eulálio Pedro vistoriou especialis em estrutura do CREA, e informou que as obras que aconteciam no terceiro e nono andar do prédio Liberdade, de 20 andares e que desabou primeiro, não estavam registradas no Conselho. O engenheiro responsável já está sendo procurado. A última obra no prédio que teve registro no Crea aconteceu em 2008.

Segundo Antônio há três possiveis causas para o desabamento do prédio Liberdade de 20 andares, O corte de uma viga, com ruptura brusca, a corrosão e infiltração da laje da cobertura ou o entulho de obra como sacos de cimentos, latas de tintas, que provocou o excesso de peso e o rompimento da estrutura. Ele também descarta a possibilidade de vazamento de gás, e diz que o prédio caiu de cima para baixo. Por isso, a hipóteses mais provável é mesmo a de retirada de uma viga.O presidente da Comissão de Análises e Prevenção de Acidentes do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea), Luiz Antonio Cosenza, não descarta qualquer hipótese de causa dos desabamentos. Nem mesmo uma explosão provocada por vazamento de gás, a mais remota das hipóteses.

- Normalmente os prédios do Centro são bem construídos. Não posso afirmar o que provocou os desmoronamentos. Pode ser fruto de outras obras irregulares que mudaram as vigas ou colunas. Depois do resgate das vítimas, é preciso limpar o local para uma melhor análise do que houve - disse Cosenza.

A Cedae e o Prefeito do Rio de Janeiro Eduardo Paes também negam vazamento de gás.

Fonte o Globo e G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário