quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Brasil quase descarregado, alguém tem um gerador?



          O Brasil corre o sério risco de passar novamente por uma série crise energética. O motivo seria novamente o baixo nível dos reservatórios que não seriam capazes de produzir energia para suprir as necessidades que atualmente necessitam as empresas e a sociedade como um todo. Bom, não é preciso falar de todo o potencial energético que o Brasil dispõe, sendo capaz sozinho de suprir com tranquilidade toda a América do Sul, logo se o Brasil esta com este vergonhoso problema é aparentemente por puro descaso e desmazelo com a administração pública e investimentos mal feitos no setor energético. 
          Corremos o risco, sério risco aliás, de ficarmos marcados eternamente na história como a nação que tinha tudo para dar certo e não deu, que tinha tudo para ser grande potência e nunca deixou de ser apenas um imenso coadjuvante de luxo.
         O caso Belo Monte que está sendo construída mas que já se sabe que ela poderá trabalhar em potência máxima somente 3 meses do ano, irá trabalhar somente com 45% da potência no período de estiagem que dura cerca de 6 a 8 meses, é mais um exemplo da falta de preparo e estudos que sofre o Brasil e sua população.

O desconto de 20% nas contas de energia

          Outro problema decorrente da baixa nos níveis dos reservatórios e o possível risco de apagão que se mostra mais próximo é o corte ou o cancelamento do desconto anunciado pela presidente Dilma no fim de 2012 de 20% na conta de energia do contribuinte. Mesmo o ministro de Minas e Energia garantir que o desconto está mantido especialistas contestam a capacidade do governo de manter o desconto com o ativamento das termelétricas que elevariam em 800 milhões de reais por mês os gastos para geração de energia no país, custo este que seria repassado para o contribuinte e que poderia ameaçar o desconto.

Situação dos reservatórios hoje no país
Fonte (G1)
A situação não foi alardeada por sensasionalismo, o atual nível é 10% inferior que quando houve racionamento de energia que o país amargou em 2001, ainda só não entramos em racionamento pois as termelétricas foram ativadas e por enquanto estão suprindo a demanda.

A imagem ao lado mostra o quanto a situação é desesperadora, mais desesperadora é a situação da área dos reservatórios do Rio Paraíba. Os índices são os mais baixos dos últimos dez anos.

É simplesmente uma vergonha o Brasil passar por uma situação destas, uma nação que com uma das maiores capacidades de geração de energia do mundo, um potencial invejável por qualquer nação que deseja ser potência como o Brasil diz almejar. Simplesmente temos capacidade, território e recursos para gerar em grande escala todos os tipos de energia, seja eólica, solar, hidrelétrca, térmica e nuclear. Claro que vale a discussão da melhor maneira de geração de energia, porém que que não dá é ver o Brasil, deste tamanho e potencial se vendo amarrado por baixos níveis em reservatórios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário