sábado, 28 de dezembro de 2013

Mais brasileiros irão sentir a pata do Leão no bolso em 2014



A nova tabela do IR (Imposto de Renda) já está deixando mais brasileiros preocupados. Graças ao novo reajuste de apenas 4,5%, mais brasileiros irão sentir a pata do Leão no bolso. Especialistas já apontam que os ganhos no salário mínimo estão se perdendo graças a inflação e aos altos impostos que pagamos, e esta nova tabela do IR só vem piorar a situação.

No fim do ano apareceram algumas notícias para tentar acalmar os ânimos na economia. O salário mínimo terá uma alta de 6,78% e será de R$724,00 e o governo esta próximo de bater a meta do superávit graças aos leilões efetuados em novembro. Quem lê tais notícias pode imaginar que não há com que se preocupar, mas a verdade é que estamos longe da calmaria econômica.
Para ficarmos felizes devemos ser ou fingir ser ignorantes e esquecer que a inflação bateu no fim do ano em 5,85% e a previsão do ano que vem é de alta deste percentual, que nossa indústria esta estagnada e que o brasileiro esta cada vez mais endividado. Ou seja, 2014 não será um ano fácil para nossa economia.

Para ajudar, nosso governo ajustou o valor do piso do IR em apenas 4,5%, bem abaixo da inflação e do reajuste do salário mínimo. O piso então saiu de R$ 1.710,78 e passou para R$ 1.787,77. A primeira vista pode parecer que foi bom, afinal aumentou o piso daqueles que devem pagar, mas lembre-se que como o reajuste foi abaixo do salário mínimo, quando os salários forem reajustados mais brasileiros irão ter que pagar o IR, deixando assim de serem isentos.

O governo perdeu o controle da inflação, e com muito esforço conseguiu fechar o ano com ela em 5,85% mas não reajustou a tabela do IR que seguiu a meta do governo do início do ano que era de 4,5%. O valor do reajuste do IR feito pelo governo não tem base econômica e foi baseada apenas na vontade do governo de ter uma inflação de 4,5% para este ano. Ignorando a realidade, nosso governo que vive no mundo do faz-de-conta faz com que mais assalariados paguem mais impostos e sustentem uma economia que bambeia. 

O poder de compra do brasileiro vem sendo pressionado, já que cada vez mais brasileiros estão se endividando graças à inflação e os altos impostos. Já o governo está rindo a toa, afinal bateu recorde de arrecadação neste ano e deve repetir o feito em 2014. Nunca o Brasil arrecadou tanto em impostos e em contrapartida os serviços devolvidos ao contribuinte continuam pífios, insatisfatórios e degradantes. Para que tantos impostos e taxas se o serviço oferecido é péssimo? Se posso recorrer por um serviço não prestado que paguei no setor privado, porque sou obrigado a pagar pelo péssimo serviço que o governo me oferece e tenho que ficar quieto?

Leia mais:

Nova tabela do Imposto de Renda corrige valores abaixo da inflação 

Nova tabela para o cálculo do IR entra em vigor em 1º de janeiro de 2014

Nova tabela do IR aumenta cobrança de impostos sobre salários

OAB recorrerá ao STF para pedir correção da tabela do Imposto de Renda



 




Nenhum comentário:

Postar um comentário