terça-feira, 27 de outubro de 2020

Bolsonaro e a vacina chinesa, entenda tudo


 Entenda tudo que envolve a treta da vacina chinesa e os motivos que levaram Bolsonaro a dizer que não irá negociar a vacina chinesa. São dois os motivos desta decisão e três problemas decorrentes desta decisão.

Se chegou até aqui é pq vc quer entender tudo que envolve a vacina chinesa e a negação do presidente Bolsonaro. A corrida presidencial em 2022 é o primeiro motivo, Dória tem aspirações presidenciais e Bolsonaro não gostaria que fosse do estado governado por ele, São Paulo, que viesse a vacina utilizada em todo território nacional. O segundo motivo é a origem chinesa da vacina e agradar o presidente dos EUA Donald Trump. China e EUA estão em disputa comercial e não só isso, mas também disputando poder e influencia ao redor do globo. O Brasil é aliado dos EUA e Bolsonaro vê como natural se opor a vacina chinesa como forma de mostrar sua lealdade a seu parceiro internacional. Os problemas decorrentes desta decisão são três e o primeiro é que o mundo não é uma bolha. O mundo é globalizado e outras vacinas também utilizam insumos vindos da China, como a vacina de Oxford por exemplo. O segundo problema é que colocar a vacina em dúvida é colocar o Instituto Butantan em dúvida. Hoje o Butantan é o principal instituto de pesquisa em vacinas e soros e produz mais de 90% das vacinas no Brasil. Vale a pena colocar a reputação deste instituto em cheque sem uma evidência? Apenas por opinião política? O terceiro problema é que negar a negociação em fase de desenvolvimento irá gerar um custo maior na compra da vacina futuramente. Fonte: Vacina de Oxford terá insumos farmaceuticos da China, diz presidente da Anvisa https://www.cnnbrasil.com.br/saude/2020/10/22/vacina-de-oxford-tera-insumos-farmaceuticos-da-china-diz-presidente-da-anvisa

Nenhum comentário:

Postar um comentário